Localização de Defeitos nos Revestimentos de Cabos


No revestimento dos cabos é normalmente usado o PVC ou PE sintético, de forma a evitar o rompimento o isolamento do condutor. Para a deteção de defeitos logo nos primeiros tempos, são utilizadas fontes CC para testar a qualidade de isolamento do revestimento e sinais de impulsos CC para a localização dos defeitos nos revestimentos dos cabos.

Equipamentos a usar

    * shirla
    * KMF 1
    * UL 30

Identificação de cabos

A leitura confiável é uma actividade específica de segurança necessária antes de se proceder ao corte de um cabo em vala ou em caminho de cabos.
O procedimento APT apoiado por computador (Amplitude - Fase - Tempo) desenvolvido pela BAUR é o método mais confiável para a diferenciação das leituras entre um núcleo e outro.


Equipamento a usar

  * KSG 100 ou KSG 100T


Localização do Campo de Alternância - Método de Torção

O Método da Localização do Campo de Alternância patenteado pela BAUR e que é mais conhecido pelo método de torção, é usado com sucesso em instalações em cabos de sinalização e comando com múltiplos condutores . Se a localização convencional de curtos-circuitos saturados falhar, o método de localização do campo de alternância por frequência magnética proporciona uma solução simples e eficaz na localização.

Equipamentos a usar

    * TG 600
    * Locator Set / UL 30
    * UL 30

Localização Acústica de Defeitos

O método acústico é usado para a localização precisa do defeito no cabo. O filtro, que pode ser seleccionado no receptor, e a medição do tempo de propagação dão suporte ao utilizador nas aplicações de campo e permite uma localização confiável e precisa do defeito, mesmo em  condições difíceis do solo e ambiente.

Equipamentos a usar

    * SSG 500
    * SSG 1100-3000
    * STG 600
    * UL 30

Método de Queda  e  Método de Queda Diferencial

Os Métodos de Queda são usados para localizar defeitos em cabos aplicando alta tensão de ruptura (escorvamento) >32 kV.  A fonte de alta tensão VLF ou CC fecha o defeito de alta resistência e a onda transitória registada no ecómetro é usada para medir a distância do defeito.

Equipamentos a usar

    * IRG 2000
    * IRG 3000
    * PGK 50, 70, 80...260 -  Instrumentos para Teste em Alta Tensão

Método Diferencial de Impulso de Corrente

A medição simultânea dos núcleos de dois cabos com o uso do método diferencial, permite a determinar da distância do defeito, mesmo nos casos em que os defeitos sejam de difícil localização.
Este método de medição aplica-se particularmente em  cabos longos, por exemplo:  > 10 km, em redes com derivação em T e para defeitos em linhas aéreas de transmissão.

Equipamentos a usar

    * IRG 3000
    * SSG 1100-3000
    * TRANSCABLE 3000 70 kV - 3/F

Método de Impulso de Corrente (ICM)

Este é o método convencional usado na localização de defeitos de alta resistência em cabos, especialmente em cabos longos. O gerador de onda de choque até 32 kV é acoplado a um ecómetro por meio de um conversor de corrente. A ruptura do defeito gera um impulso de corrente que é registado pelo ecómetro.

Equipamentos a usar

    * IRG 2000
    * IRG 3000
    * SSG 1100-3000
    * Soluções completas

Método de Impulso Secundário SIM e Método de Impulsos Múltiplos MIM

O métodos SIM e MIM são mais recentes e mais eficientes métodos de medição usados mundialmente na pré-localização de defeitos em cabos. Os benefícios específicos deste método são a sua operação muito simples, a aplicação universal e a interpretação extremamente simples dos ecogramas. Os defeitos de alta resistência são fechados por um impulso de tensão de choque e a distância do defeito é medida repetidamente por um Ecómetro IRG numa descarga simples, armazenada automaticamente e mostrada no monitor. A avaliação da distância do defeito no cabo é feita automaticamente.

Equipamentos a usar

    * IRG 2000
    * IRG 3000
    * SSG 1100-3000
    * STG 600
    * Soluções completas

Tecnologia da Queima de Defeitos (Burn Down)

Nos defeitos de alta resistência e/ou intermitentes em cabos são usados potentes queimadores de alta tensão. O defeito emergente é de baixa resistência e pode, ser facilmente medido usando o método TDR. Esta aplicação é usada para cabos convencionais PILC isolados com papel impregnado a óleo.

Equipamentos a usar

    * ATG 2
    * ATG 6000

Método de Reflectometria no Domínio do Tempo (TDR)

O método TDR é o processo mais conhecido e amplamente usado de medição do comprimento total de um cabo, da distância dos defeitos e das interrupções no cabo.

Equipamentos a usar

     * IRG 2000
     * IRG 3000

OBRIGADO PELA LEITURA. Qualquer questão não hesite em contatar-nos
Métodos de Medição BAURMétodos de Medição BAUR
Métodos de Medição BAURMétodos de Medição BAUR
Webmaster: Equilamang.dit - Todos os Direitos Reservados















EQUILAMANG
Todos os Direitos
Reservados
Google
O SEU PARCEIRO